1. Peritos

10 peritos, 8 especialidades, 7 países

Um consenso Europeu

GRAM Observadores

  • The Bella Moss Foundation - Jill Moss
  • FECAVA - Monique Megens, Simon Orr
  • International Society of Feline Medicine - Andrew Sparkes

The Bella Moss Foundation é uma instituição de caridade que promove o uso prudente de antimicrobianos e a higiene em medicina humana e veterinária, com o objetivo de alcançar um mundo onde as bactérias multi-resistentes sejam uma raridade.

A Fundação comunica regularmente com o público em geral, instituições académicas, departamentos governamentais e investigadores em todo o mundo. Trabalha em colaboração com estes e outros órgãos para fornecer educação, informação e suporte aos profissionais veterinários e aos tutores de animais para melhorar o controlo de infeções, o conhecimento e a prática. The Bella Moss Foundation faz tudo isto para salvar vidas e prevenir a propagação de infeções em seres humanos e animais.

As recomendações do GRAM, elaboradas por um painel de peritos Europeus, é consistente com estes objetivos. A Fundação partilha o compromisso da Ceva para com o uso responsável e racional de antimicrobianos com o objetivo de usar "o menos possível e apenas tanto quanto necessário". The Bella Moss Foundation tem o prazer de apoiar a iniciativa GRAM.

"Nem todas as infeções são causadas por bactérias: algumas são virais e não respondem aos antibióticos. Além disso, nem todas as infeções bacterianas necessitam de terapia antibiótica ". Este é um dos avisos para tutores de animais no póster de sala de espera, produzido em 2011 pelo FECAVA Working Group on Hygiene and the Use of Antimicrobials in Practice, em colaboração com The Bella Moss Foundation. O grupo de trabalho (que incluiu Luca Guardabassi e Ana Mateus) desenvolveu quatro cartazes: Recomendações para a terapia antimicrobiana adequada, Árvore de decisão sobre se devem ou não ser os antibióticos utilizados, Recomendações chave sobre as práticas de higiene, Conselhos para os tutores de animais para o uso responsável dos antibióticos.

Os quatro cartazes foram traduzidos em várias línguas e distribuídos em toda a Europa. Estão disponíveis gratuitamente mediante solicitação.
Para aumentar a consciencialização relativamente à resistência antimicrobiana entre os veterinários de animais de companhia, a FECAVA organizou em 2010 um Simpósio de Higiene no Congresso WSAVA/FECAVA em Genebra e em 2013 um Simpósio de Resistência Antimicrobiana no EuroCongress FECAVA em Dublin.
A FECAVA é também um parceiro associado de longa data da European Platform for the Responsible Use of Medicines in Animals (EPRUMA).
Em suma, a FECAVA tem um histórico sólido no combate à resistência antimicrobiana, uma das suas principais prioridades.

Como tal, foi com grande prazer que ouvimos falar da iniciativa GRAM e aceitámos o convite para participar nas reuniões do painel de peritos Europeus do GRAM. Isto permitiu-nos testemunhar em primeira mão as principais discussões e debates. O que é ideal do ponto de vista científico nem sempre é prático e ficámos felizes em ver que a viabilidade fazia parte do processo consensual.
O livro GRAM Europeu é uma ferramenta valiosa e prática e esperamos que contribua para o uso responsável de antimicrobianos, para benefício da saúde das pessoas e dos seus animais de companhia - e permita um uso contínuo e de confiança dos nossos valiosos aliados em caso de necessidade: os antibióticos.

"A International Society of Feline Medicine tem o prazer de ver o projeto GRAM iniciado pela Ceva ser concretizado com a publicação deste livro de vários autores, escrito por vários peritos Europeus reconhecidos.

A crescente ameaça da resistência aos antibióticos para a saúde humana e animal não é algo que possa ser ignorado e continua a receber muita cobertura dos media. Assim como na profissão médica, é necessário que os profissionais veterinários sejam críticos quanto ao uso de antibióticos e assegurem que estes não são usados ​​de forma inadequada. Isso pode ser desafiante, e ter uma fonte de informação abrangente e de confiança (como este livro) vai ser um recurso inestimável para profissionais ocupados... parabéns a todos os envolvidos!"

Andy trabalha como veterinário de felinos, exclusivamente, desde 1987 e formou-se como especialista na Universidade de Bristol. É um orador habitual e reconhecido internacionalmente como especialista felino. Tem várias publicações e, em 2004, foi co-autor da Self-Assessment Colour Review of Feline Medicine com a Dr.ª Sarah Caney. Andy é co-editor chefe e editor fundador do Journal of Feline Medicine and Surgery e, em 2012, depois de estar associado à International Cat Care durante mais de 25 anos, juntou-se à instituição como Diretor Veterinário a tempo inteiro.

Apoiantes GRAM

  • The Bella Moss Foundation
  • FECAVA
  • ISFM